Turismo de Aventura

As montanhas de Andradas são redutos naturais para a prática da maioria dos esportes radicais. Possui uma enorme gama de trilhas ecológicas, onde podem ser realizados trekking, off-roads com jipes e motos, mountain bike  e muito mais.

 O Pico do Gavião é visita obrigatória para os adeptos do vôo livre, com condições climáticas favoráveis e 360° de rampas naturais, que permitem decolagem durante a maior parte do ano. O local é sede de diversos campeonatos, como o Brasileiro de Asa-Delta e dentre outros.

Outro esporte praticado em Andradas é a escalada, nas Pedras do Elefante, Pântano e várias outras que fazem parte do paredão rochoso da Serra do Pau D’Alho, com vias de escalada em todos os níveis de dificuldade. No bairro do Pântano encontra-se um Campo Escola para quem quer iniciar a prática deste esporte.

Também podem ser praticados muitos outros esportes radicais, como tirolesa, rappel, além do canyoning e cascading, nas inúmeras nascentes e cachoeiras encontradas nas montanhas andradenses, além dos esportes off -road em trilhas 4x4 e motos. Confira!

 

MONTANHAS

Serra do Caracol

A Serra do Caracol fica localizada a norte/nordeste da cidade de Andradas, apresentando uma divisa natural entre planaltos e vales da região. Nos seus pontos culminantes encontram-se a Torre de Televisão e o Pico do Gavião, que oferecem uma paisagem belíssima, excelentes áreas de decolagem de vôo livre, além de propiciarem a prática de outros esportes de aventura como treking, rappel, canyoning, entre outros. Com altitude variando entre 700 e 1663 metros, a Serra do Caracol é composta por rochas graníticas. A vegetação constitui-se de uma parte de floresta tropical perenifólia e cerradão.

 

Serra dos Pau D’Alho

No sentido oposto fica a Serra do Pau D’Alho, com médias altimétricas entre 700 e 1500 metros. Apresenta afloramento do escudo cristalino com rochas de formatos curiosos e de grande beleza. Destaca-se na paisagem uma pedra em forma de um gigantesco elefante deitado, chamada “Pedra do Elefante”, além de áreas excelentes para a prática de esportes de aventura como rappel, treking, escalada entre outros.

 

PICO DO GAVIÃO

Localizado na Serra do Caracol, o Pico do Gavião é marco divisório dos estados de Minas Gerais e São Paulo, integra-se a Serra da Mantiqueira. Coberto por vegetação rasteira entremeados por matas galerias que acompanham os trechos de rios temporários. Sua altitude máxima é de 1663 metros acima do nível do mar e 722 metros acima do nível da cidade. No local se encontra o marco geodésico do IBGE. A fauna característica da região se resume em animais de pequeno porte.

O panorama serrano do Pico do Gavião oferece um visual de 360°, sendo possível avistar inúmeras cidades da região.

O Pico do Gavião figura no cenário internacional como um dos melhores pontos de decolagem para a prática do vôo livre, devido as condições climática propícias para o esporte e infra-estrurura de estacionamento, lanchonete, sanitários, churrasqueira, camping, loja de artigos esportivos. Várias decolagens são feitas, nos fins de semana e feriados, de paragliders e asa-delta. O local também sedia campeonatos, regionais, estaduais, nacionais e internacionais. 

Existe uma curiosa lenda sobre o nome Pico do Gavião, segundo moradores mais antigos da cidade, habitava ali um casal de gaviões de grande envergadura que sobrevoavam o local, e viveram ali por muitos anos como guardiões da área. Outra curiosidade refere-se ao desenho formado na construção da estrada que de acesso que coincidentemente se vista do alto assemelha-se a um gavião. Acesso pela rodovia Andradas - Poços de Caldas, com entrada a 11km em estrada de terra em boas condições e acesso ao topo com via pavimentada.

Outras informações no site: www.picodogaviao.esp.br              

 

PEDRA DA CRUZ

A Pedra da Cruz fica localizada no na parte mais alta do bairro do Pântano. O trajeto revela grandes surpresas. O local também é conhecido pela questão religiosa. A reza no alto da Pedra da Cruz ocorria sempre em maio, sendo que um Cruzeiro de porte maior foi erguido na década de 50 pelo padre de Andradas com ajuda da comunidade e religiosos. Na década seguinte, em 1968, foi erguida no local uma pequena capela em homenagem a Nossa Senhora da Aparecida. Também era comum o forró e o leilão de prendas oferecidas pela comunidade, que acontecia ao som de instrumentos típicos e à luz de lampião. Hoje o local é frequentado por montanhista e pessoas que gostam de aventura.

 

PEDRA DO ELEFANTE

Localizada na Serra do Pau D`Alho, com 1460 metros acima do nível do mar, a Pedra do Elefante é uma formação rochosa, que possui uma morfologia curiosa, sendo comparada a um gigantesco elefante deitado. A 220 metros de altura, propicia a prática de escalada e de outras atividades de esportes de aventura, como tirolesa, rappel, dentre outras. O acesso por trilha em propriedade particular. Recomenda-se acompanhamento especializado para visitação.

Várias lendas permeiam a história da Pedra do Elefante. Diz-se que algumas décadas atrás, dois engenheiros europeus ficaram encantados com o brilho que a pedra emanava. Em segredo, os dois escalaram o local e chegaram à conclusão de que havia, mesmo, alguma pedra preciosa na rocha, na parte da frente, alguns metros abaixo, e em lugar quase inacessível! Com muita dificuldade conseguiram extrair da rocha uma pedra de alto valor e foram embora. Na mesma ocasião comentava-se que fora encontrado na África Setentrional um grande diamante, o qual havia sido vendido à coroa britânica por dois desconhecidos. Historiadores afirmam ser muita coincidência!

 

PEDRA DO PÂNTANO

A Pedra do Pântano é uma formação rochosa no estilo pão de açucar com 220 metros de altura, localizada na Serra do Pau D`Alho, com 1220 metros acima do nível do mar. A vegetação na Pedra é quase inexistente. Cercada por matas galerias, com espécies vegetais diversificadas. A fauna é composta por aves silvestres e animais de pequeno porte. O local é propício à prática de escalda e outros atividades de Esportes de Aventura como tirolesa, rappel, entre tantas outras. Possui mais de 30 vias de escalada. O acesso é por trilha em propriedade particular. Recomenda-se acompanhamento especializado para visitação.

 

PEDRA DO BOI

A Pedra do Boi fica localizada a Pedra do Elefante e a Pedra do Pântano. É uma formação rochosa em forma de pão de açúcar, localizada na Serra do Pau d’Alho. Com vegetação quase inexistente, ocorrendo gramíneas, é cercada por matas galerias, com espécies vegetais diversificadas. A fauna é composta por aves silvestres e animais de pequeno porte. As primeiras tentativas de acesso ao local ocorreram em 2002, quando se descobriu uma trilha que levava ao cume em uma caminhada de nível médio de aproximadamente uma hora. O local é propício para escaladas e para trekking.  Recomenda-se acompanhamento especializado para visitação.

 

PEDRA ALTO DA BOA VISTA

Fica localizada no Distrito do Campestrinho e é a maior formação rochosa da região com 1500 metros. Propícia à prática de escalada, possui apenas uma via para a prática e apresenta grande potencial para a abertura de outras linhas. Acesso por trilha em propriedade particular, visitação autorizada. Recomenda-se acompanhamento especializado para visitação.

 

CACHOEIRAS

Localizadas em vários locais do território rural, o Município possui mais de 80 cachoeiras cadastradas dentro de propriedades particulares. Para visitação é necessária autorização do proprietário e acompanhamento especializado. No entanto, existem algumas que os proprietários autorizam a visitação e já possuem alguma infra-estrutura.

Conheça algumas:

 

Cachoeira Aldeia Fazenda Velha

 A Cachoeira da Aldeia Velha está localizada no Ribeirão Pirapetinga, com pequenas quedas d’água nas saliências das rochas, assemelhando-se a degraus, possui área piquenique. É propicia para visitação, fica em uma propriedade onde existe um restaurante, as trilhas interpretativas são de fácil acesso.

 

Cachoeira Capão do Mel

A Cachoeira Capão do Mel está localizada no Ribeirão Pirapetinga, apresenta queda única íngreme de 30metros. Propicia para visitação, canyoning e trekking. Seu acesso é de alta dificuldade. Para visitação é necessário o acompanhamento de monitores.

 

Cachoeira Capãozinho

A Cachoeira Capãozinho está localizada no Ribeirão Pirapetinga, apresenta queda única 5 metros. Propícia para visitação, canyoning e trekking. Seu acesso é de média dificuldade. Para visitação é necessário o acompanhamento de monitores.

 

Cachoeira dos Macacos

A Cachoeira dos Macacos apresenta queda única de 31 metros, propicia para visitação, canyoning e trekking, para a prática do cascading existem duas vias: uma seca e outra pela queda. Seu acesso é de média dificuldade. Para visitação é necessário o acompanhamento de monitores.

 

Cachoeira Toca das Andorinhas

A Cachoeira Toca das Andorinhas fica localizada no Ribeirão dos Pinheirinhos, situado na Serra do Caracol. Apresenta queda de até 10m,com rochas do tipo granito gnáissicas, rodeada por vegetação de matas ciliares. Propícia para visitação, banho, rappel e outras atividades de aventura.

 

CONTATOS PARA TURISMO DE AVENTURA:

Receptivo Andradas

http://www.receptivoandradas.com.br/

Reges Cabral: (35) 9911 7869

 

Sim Eventos – Cicloturismo, Trekking, Mountain Bike

Silvio Moraes: (35) 9923 0747

Reges Cabral: (35) 9911 7869

 

World Adventure – Rappel, Trekking, Cascading, Canoing

www.worldadventure.com.br

worldadventure@starmedia.com.br

Rogério Lopes: (35) 9937 1581

 

Vôo Livre

Fabinho: (35) 9944 4765

fabinhopicodogaviao@hotmail.com

Luiz César Dias: (35) 9107 6352

 

Abrigo de Montanha do Velho – Alojamento, Camping, Escalada, Trekking, Moutain Bike

Henrique: 35 9916-0230 / 19 9109 3656

abrigodovelho@yahoo.com.br 

 

Abrigo de Montanha do Pântano – Escalada, Trekking, Moutain Bike

(35) 9828 6834

Pedro Zeneti: (19) 8135 4124

www.abrigopantano.com

 

Jeep Clube Andradas

www.jeepclubeandradas.com.br


Transparência


Prefeitura Municipal de Andradas

Praça 22 de Fevereiro, s/nº, Centro. CEP: 37795-000 | Andradas - MG

(35) 3739-2000

Atendimento ao público de segunda à sexta das 12h às 18h.


Abrir Menu
X